Cantor é expulso do próprio show e detido após atacar a plateia


A noite desta terça-feira (11) foi inesquecível para Peter Murphy, o vocalista da célebre banda de rock Bauhaus: ele foi expulso do próprio show do grupo após atacar objetos na plateia.


A treta aconteceu em Estocolmo, na Suécia, onde o Bauhaus fez um dos shows da turnê que celebra o aniversário de 40 anos da banda. De acordo com a imprensa local, a apresentação começou bastante atrasada e Peter Murphy já parecia estranho desde o começo.


No meio do show, o cantor reclamou do som e de que a plateia não estaria prestando atenção. Na hora de tocar “Stigmata Martyr”, a oitava música do setlist, começou a atirar garrafas de água e copos na plateia. Também de acordo com a imprensa local, algumas pessoas se machucaram e pelo menos uma foi parar no hospital.


Uma das garrafas de água acertou em cheio um equipamento e o danificou, o que fez com que o show fosse interrompido. Quando Murphy voltou ao palco, ele começou a agir com agressividade com os funcionários, o que fez com que a casa decidisse acionar os seguranças para tirá-lo do palco.


Por incrível que pareça, as coisas ainda pioraram. Após ser retirado da casa, Peter Murphy xingou uma pessoa com palavrões. Depois, outra pessoa colocou a mão no ombro do cantor, que respondeu com um soco. Ele, então, foi imobilizado pelos seguranças. As cenas foram registradas em um vídeo publicado pelo site sueco Aftonbladet.


Em um comunicado oficial, a casa explicou parte do que aconteceu. “O artista agiu de uma maneira inaceitável com a plateia e nossos funcionários”, dizia o texto. A direção do local também pediu para que fãs que se machucaram na confusão entrassem em contato com eles e com a polícia.



Categoria:Bafão

Deixe seu Comentário