Policial Militar é morta em ponto de onibus de Mairiporã

A Cabo Dias foi covardemente assassinada no ponto de Ônibus em Terra Preta ( Mairiporã - Grande SP)

Segundos informações o indivíduo, abordou a policial para pedir informações e disparou a arma de fogo contra ela que não teve tempo de reação.

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo

O crime ocorreu na avenida Demétrio Leônidas Konides, em Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo, por volta das 20h18 de quinta-feira (22).

De acordo com informações da Polícia Militar, a cabo Leandra Cristina Dias estava em um ponto de ônibus quando foi baleada no pescoço por um suspeito. O criminoso pilotava uma moto preta. A agente, que estava fardada, não teve tempo de reação, já que o suspeito se aproximou e começou a atirar.

A policial foi socorrida para o pronto socorro do Hospital Albano, em Franco da Rocha, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo o investigador João, o ex-marido da PM, de 34 anos, se apresentou na delegacia para prestar depoimento. Uma prima da vítima disse que o homem já havia agredido a policial e que ameaçou Leandra e a família de morte.

Questionado se o ex-marido era culpado pela morte da policial, o investigador respondeu que, apesar de ela ter aberto um boletim de ocorrência por agressão contra ele, o homem, a priori, estava apenas sendo ouvido e que ele não é suspeito do crime.

O corpo da policial Leandra Dias será encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Franco da Rocha. O caso está sendo registrado na Delegacia de Mairiporã.

No inicio da tarde desta Sexta Feira, foi divulgado através da Pagina no Facebook que leva o nome da cidade a foto do suspeito que de acordo com informações foi detido pela policia, tudo indica crime passional tendo em vista que o suspeito diz ser amigo do ex marido da Diaz

.A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé

Categoria:Polícia

Deixe seu Comentário